15/05/2013 - 10:19     |
Indígenas e assentados recebem vacina gratuita contra aftosa em MT
Fonte: G1 MT
Foto: Reprodução
Rebanho de 0 a 24 meses deve ser vacinado
O mês de maio é período de vacinação em bovinos e bubalinos de 0 a 24 meses contra febre aftosa no estado de Mato Grosso. A região de fronteira com a Bolívia recebe uma atenção especial neste período, mas ela não é única. As áreas indígenas também ganham um atendimento diferenciado para fazer a imunização do rebanho e assim evitar o aparecimento do vírus no estado. Ao todo, somam 4.230 doses doadas pelo Fundo de Emergência de Saúde Animal do Estado (Fesa) de Mato Grosso que serão destinadas ao rebanho das áreas indígenas e assentamentos rurais. De acordo com a coordenadora da Central de Controle de Doenças Animais (CCDA) do Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea), Daniella Soares Bueno, a preocupação com estas áreas faz com que o Indea solicite a doação das doses contra aftosa do Fesa. “O Indea é responsável somente pelos rebanhos indígenas”, esclarece. Desta forma, os assentados é que fazem a vacinação dos animais. A coordenadora explica ainda que além da aftosa, o órgão também imuniza rebanho de outras doenças nas aldeias. “O Indea também vacina os animais contra a raiva e brucelose, além da aftosa”, diz. O Censo demográfico realizado em 2010 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatista (IBGE) mostra que a população indígena declarada é de 42,5 mil pessoas em Mato Grosso. Isto representa 1,4 % de habitantes de todo o estado. Com este valor o estado ganha a sexta posição nacional em quantidade de indígenas declarados. Assentamentos De acordo com Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) de Mato Grosso, o estado possui 416 comunidades assentadas. Cerca de 95% destes 416 grupos possuem a criação de bovinos.
 
© Copyright 2018 Todos os Direitos Reservados by clube7web