14/01/2013 - 12:11     |
Brasil sedia Conferência anual sobre fertilizantes
Fonte: Agrolink
Entre os dias 20 e 22 de Janeiro, São Paulo será sede do Fertilizer Latino Americano 2013, 5ª Conferência anual sobre fertilizantes organizada pela CRU*, que nesta edição conta com a colaboração da Argus FMB. O evento, que inclui também uma exposição, será realizado no Hotel Hilton São Paulo Morumbi e tem como objetivo atender o grande interesse da indústria de fertilizantes – tanto nacional quanto internacional – por inovações e informações, atualizadas e confiáveis, sobre a evolução da oferta e da demanda por desses insumos, nos próximos anos. Pela primeira vez, o Brasil foi escolhido como sede da Conferência por ser o mais importante mercado de fertilizantes da América Latina e também por ter posição consolidada entre os maiores produtores agrícolas do mundo. Mesmo com o aumento da produção doméstica registrada nos últimos anos, o Brasil continua dependendo fortemente das importações de fertilizantes para desenvolver, efetivamente, o grande potencial de expansão de seu setor agrícola. Em 2011 o país importou 28,4 milhões de toneladas de fertilizantes; em 2012 esse volume chegou a 29,5 (ANDA – Associação Nacional para Difusão de Adubos), o que representa um aumento de 4% no período. Segundo projeções do setor brasileiro de fertilizantes, a tendência é de que o aumento das importações – que variou entre 3,5% e 4% ao ano nos últimos três anos –, mantenha esse mesmo ritmo pelo menos até 2017, quando então novos projetos da indústria brasileira estarão operacionais, podendo trazer algumas mudanças para o cenário nacional. O programa da Conferência, Fertilizer Latino Americano 2013 abordará importantes questões relacionadas aos mercados de N, de P e de K, além de propiciar aos participantes uma ampla visão da dinâmica das principais cadeias agrícolas no Brasil; de novos projetos nas áreas de fertilizantes, logística, entre outros assuntos. Na avaliação do diretor executivo da AMA Brasil (Associação dos misturadores de adubos do Brasil), Carlos Eduardo Florence, “o evento acontece em um momento muito propício para todos os envolvidos com a produção agrícola e consequentemente com o consumo de fertilizantes. Estamos no início do ano, no período próximo à safra de inverno e é fundamental que todos tenham acesso ao máximo de informações que lhes permitam programar o ano todo”. Por sua vez, o Diretor-presidente do IBRAM (Instituto Brasileiro de Mineração), José Fernando Coura, que fará a moderação de uma mesa redonda onde será discutida a política brasileira para fertilizantes e fontes de matéria prima mineral, comentou: “Nós queremos atrair a atenção de todos e debater estas importantes políticas no Brasil. A conferência Fertilizer Latino Americano 2013 oferece uma plataforma apropriada para a discussão com a indústria de uma forma mais ampla”. Entre os diversos assuntos a serem discutidos durante a Fertilizer Latino Americano 2013 estão: O impacto da crescente regulamentação na América Latina referente à exploração mineral; A oferta e demanda por fertilizantes N, P e K; Projetos adicionais– quando a nova capacidade chegará ao mercado? A perspectiva econômica – como as condições previstas irão afetar o mercado de fertilizantes? Logística e infraestrutura – os investimentos previstos serão suficientes para resolver os atuais gargalos? A perspectiva para o Brasil e os desafios enfrentados pela expansão agrícola; A perspectiva da demanda na América latina para fertilizantes especiais. A edição 2013 da Conferência não atrai a atenção somente de atores brasileiros. Mais de 600 profissionais de 55 diferentes países já se inscreveram e a expectativa dos organizadores é de que cerca de 800 pessoas participem do evento, já que esta é uma oportunidade imperdível para fornecedores, consumidores, traders e todos os envolvidos na cadeia produtiva de fertilizantes, dentro e fora do Brasil. Entre os palestrantes da conferência e participantes da mesa redonda estão: Roger Downey, Diretor-Executivo de Fertilizantes e Carvão da Vale S.A.; Carlos Nogueira, Secretário de Minas e Energia, o Deputado Bernardo Santana de Vasconcellos, representando o Congresso Nacional; Roberto Rodrigues, Coordenador do Centro de Agribusiness da Fundação Getúlio Vargas (GV Agro) e ex-ministro da Agricultura; Ruben Fernandes, CEO da divisão de fosfato e Nióbio da Anglo American; Paul Burnside, Manager – Fertilizer Analysis Products, CRU; Michel Prud'homme, Director, Production and International Trade Service, IFA (International Fertilizer Association).
 
© Copyright 2018 Todos os Direitos Reservados by clube7web