22/03/2010 - 08:20     |
Fundo de catástrofe vai recuperar a rentabilidade
Fonte: A Gazeta

Produtores de Mato Grosso apostam no fundo de catástrofe para devolver a rentabilidade do setor. O Projeto de Lei Complementar do governo federal que cria o Fundo de Reparação de Perdas por Sinistros para a agropecuária brasileira, conhecido como fundo de catástrofe, será levado ao Senado depois de ser aprovado nesta quarta-feira (17) no plenário da Câmara. O fundo servirá como um seguro para o agricultor ou pecuarista que for prejudicado por catástrofe climática, doenças ou pragas das lavouras.

           Serão disponibilizados R$ 4 bilhões em títulos do Tesouro Nacional para auxílio aos produtores. Deste total, R$ 2 bilhões serão aplicados inicialmente e outros R$ 2 bilhões nos 3 anos seguintes. Para o presidente da Associação dos Produtores de soja e milho de Mato Grosso (Aprosoja), Glauber Silveira, o incentivo deve inibir a elevação nos custos, principalmente, do milho e da soja. Segundo ele, entre as dificuldades do setor estão os gastos com defensivos para combater a ferrugem asiática na soja e a dificuldade na colheita do grão por causa da chuva, fazendo diminuir a rentabilidade do produtor. Em Campos de Júlio perdemos 10% da área plantada, que não foi colhida por que a chuva atrapalhou.

O projeto de lei foi aprovado na Câmara com 329 votos a favor e 1 contrário. Como se trata de Lei Complementar, o número mínimo exigido de votos para a aprovação era de 257. A medida foi aprovada pela Comissão de Agricultura da Câmara no início de novembro do ano passado. Após ser analisado pelo senado o projeto deverá receber a sanção ou veto do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Essa é uma demanda antiga do setor rural, que solicita apoio em casos emergência há 20 anos.

 
© Copyright 2017 Todos os Direitos Reservados by clube7web